O que é a falta de vitaminas?

A falta de vitaminas é chamada de avitaminose e ocorre quando não somos capazes de atender às necessidades diárias de nutrientes necessários para o funcionamento normal do corpo humano.

Isso pode ser causado por má absorção pelo corpo ou falta de ingestão adequada de suplementos e alimentos.

 

Causas de falta de vitaminas:

A deficiência de vitaminas pode ser causada pela ingestão de uma variedade de alimentos. Por exemplo, pessoas que não gostam de comer muitas frutas ou vegetais. Este é o principal alimento para as vitaminas. É chamado de regulador alimentar e pode manter as funções normais do corpo humano. O organismo impede o desenvolvimento de algumas doenças causadas pela deficiência de vitaminas.

Outra possível causa da deficiência de vitaminas no corpo pode ser a absorção insuficiente de nutrientes. Nesse caso, apesar da ingestão de alimentos derivados de várias vitaminas, o corpo humano não consegue absorver essas vitaminas, e o corpo humano sofrerá de deficiência de vitaminas. Por exemplo, para pessoas que consomem muitos laxantes ou muitas fibras, eles não permitem que as bactérias intestinais fermentem adequadamente as fezes e absorvam vitaminas.

Vitamina A: Pode causar úlceras da córnea ou ceratoconjuntivite e pode progredir para necrose.

Vitamina B1 (Tiamina): A falta de vitamina B1 pode causar perda de apetite, fadiga, perda de apetite, falta de sono, inquietação, insônia, formigamento, distensão abdominal, constipação, confusão e fraqueza muscular.

Além disso, em casos mais graves, pode causar danos cerebrais, envolvimento cardíaco e outras doenças.

Vitamina B2 (Riboflavina): Inflamação na boca, falta de energia, anemia, sensibilidade visual, descamação da pele e coceira são alguns dos eventos que podem ser causados ​​pela falta dessa vitamina.

Vitamina B3 (Nicotinamida): Alguns sintomas da carência dessa vitamina são perda de apetite, perda de peso, fadiga, insônia, diarréia, irritabilidade, dermatite e depressão.

Vitamina B5 (Ácido Pantotênico): O desequilíbrio desse nutriente em vitamina A pode causar insônia, queimação nos pés, distúrbios neurológicos, cãibras nas pernas, fadiga e baixa produção de anticorpos.

Vitamina B6 (Piridoxina): Crianças com nervosismo, dermatite, dormência e formigamento nas mãos e nos pés, anemia, lábios rachados, confusão e convulsões.

Vitamina B7/B8 (Biotina): A falta dessas vitaminas pode causar sintomas como ebulição, calvície, unhas quebradiças, conjuntivite, dermatite, perda de apetite, inflamação, dor muscular, fraqueza, náusea, fadiga, anemia, colesterol alto e alucinações.

Vitamina B9 (Ácido Fólico): Dores de cabeça, fadiga, distúrbios digestivos, insônia, anorexia, anemia, dificuldades de memória, apatia, falta de ar, fraqueza e dificuldades de crescimento são alguns dos sintomas causados ​​pela falta de vitamina B9 (também conhecida como ácido fólico).

Vitamina B11 (Carnitina): Fadiga, confusão, fraqueza muscular, insuficiência renal e desempenho cardíaco são alguns dos problemas que podem ser causados ​​pela falta dessa vitamina.

Vitamina B12 (Cobalamina): A deficiência pode causar alterações no sistema nervoso, fadiga, fraqueza, aftas, anemia, perda de apetite, perda de peso, desatenção, perda de memória, constipação, queimaduras de sol a, icterícia (amarelecimento da pele) e outros problemas de saúde.

Vitamina C: A falta dessa vitamina pode levar ao escorbuto, que se caracteriza por sangramento das gengivas e das membranas mucosas, mau hálito e sangramento. Além disso, também pode causar feridas na pele, que têm maior probabilidade de causar gripe, bronquite e pneumonia.

Vitamina D: A deficiência de vitamina D também pode causar danos à saúde, como aumento do risco de câncer, osteoporose, doenças cardíacas, esclerose múltipla, doenças autoimunes e gripe. "A vitamina D está relacionada à resposta à infecção, à formação de tecido ósseo e à resposta ao colesterol alto."

Vitamina E: A falta desta vitamina pode causar reflexos enfraquecidos, deficiência visual, doenças cardíacas, catarata, câncer, doença de Alzheimer e doença de Parkinson.

Vitamina K: A deficiência pode causar alterações na coagulação do sangue. Portanto, pode ser difícil parar o sangramento interna ou externamente, resultando em sangramento.

Exames para detectar a falta de vitaminas no organismo:

Para diagnosticar a carência de vitaminas e minerais no organismo, além do sistema e do histórico médico do paciente, são realizados alguns exames, como exames de sangue, que podem determinar com precisão quais vitaminas estão faltando.

Consulte seu médico para obter a lista completa de testes e as melhores orientações sobre como repor as vitaminas e minerais em falta no corpo.

 

Tratamento para falta de vitaminas:

O melhor tratamento para a deficiência de vitaminas é a suplementação de vitaminas na forma de comprimidos ou injeções, como pelagra ou cegueira noturna. No entanto, geralmente é necessário corrigir os sintomas de deficiência leve de vitaminas (como queda de cabelo ou pele seca), e a dieta deve ser cuidadosa para corrigir essa deficiência.

Como complementar as vitaminas?

Para suplementar adequadamente as vitaminas, é necessário realizar exames e sob orientação de médico ou nutricionista.

Afinal, existem várias vitaminas disponíveis no mercado - chicletes, injeções, comprimidos ou cápsulas - e vitaminas de várias dosagens. Somente um médico ou nutricionista pode descobrir qual deles se adapta melhor às necessidades e rotinas de cada paciente. Isso sem falar nos ajustes alimentares que podem ser feitos sob a orientação desses profissionais.

Em qualquer caso, quando são necessários suplementos vitamínicos, os pacientes encontram várias opções e podem escolher a que melhor se adapta à sua rotina. Por exemplo, as vitaminas na goma de mascar podem ser mastigadas para tornar a deglutição mais agradável, difícil de engolir e com gosto de fruta.